A Praça dos Três Poderes abriga as sedes dos três poderes do Estado: o Palácio do Planalto (poder Executivo), o Congresso Nacional (poder Legislativo) e o Supremo Tribunal Federal (poder Judiciário). A Praça e os edifícios que a cercam são obra de Oscar Niemeyer e Lúcio Costa.
Um caloroso alô para os meus leitores do Visite Brasília hoje com outro artigo sobre nossa maravilhosa cidade.

Situada no extremo leste do Eixo Monumental, a Praça dos Três Poderes está configurada como um triângulo equilátero, em cujos vértices foram implantados os edifícios que representam e abrigam os poderes Executivo, Legislativo e Judiciário. O triângulo idealizado por Lúcio Costa é percebido quando se estabelecem, virtualmente, retas de ligação entre os edifícios, tendo como ponto focal o Congresso Nacional (Sede do Legislativo).

O Supremo Tribunal Federal (Sede do Judiciário), o Palácio do Planalto (Sede do Executivo) se assemelham nas proporções e na linguagem arquitetônica. O espaço do poder é representado em sua monumentalidade pela faixa pavimentada que separa os edifícios.

Os demais elementos arquitetônicos da Praça são: Panteão, Casa de Chá, Museu da Cidade, Espaço Lúcio Costa, Mastro da Bandeira foram organizados em uma composição plástica que mantém liberada a linha do horizonte.

Completam a praça as esculturas Guerreiros da Série Candangos, representando os pioneiros da construção da cidade, de Bruno Giorgi, e Justiça, de Alfredo Ceschiatti.

Visite Brasília comigo e vamos descobrir juntos todos os tesouros da nossa cidade!

Juan Luis Hermida